Resenha: Cartas de um diabo a seu aprendiz – Livro

Livro: Cartas de um diabo a seu aprendiz

Autor: C. S. Lewis

Editora: WMF Martins Fontes

cartas-diabo-aprendiz-lewis

“Querido Vermebile,”

Cartas de um diabo a seu aprendiz é um livro contado pelo ponto de vista do diabo Fitafuso que em forma de cartas aconselha seu sobrinho Vermebile a como conseguir fazer um humano cair em tentação, é claramente uma maneira irônica de fazer diversas criticas a sociedade e a religião da época. O livro se passa durante a segunda guerra mundial, Vermebile é um diabo que acabou de se formar na Faculdade de Treinamento de Tentadores e está em sua primeira missão de tentar conseguir a alma de um humano, seu “paciente” como é chamado no livro é um homem jovem de classe média que leva uma vida comum, como qualquer outro jovem inglês da época. Não é possível se saber com precisão no livro qual o conteúdo das cartas que Vermebile manda para seu tio, temos somente as cartas de resposta de Fitafuso, onde ele fala resumidamente sobre a carta que recebeu e da dicas a seu sobrinho de como prosseguir.

Fitafuso fala muito sobre Deus (ou o Inimigo como é chamado no livro), sobre como os humanos pensam e quais as principais tentações em que caem. Apesar de ser um livro antigo é possível identificar muita coisa do que é descrito com a sociedade atual e ver o quão atual ainda são as criticas de Lewis.

Clive Staples Lewis foi um  professor universitário, teólogo anglicano, poeta e escritor britânico, é mais conhecido por ter escrito os livros da coleção “As crônicas de Nárnia”(livro que ainda não tive oportunidade de ler mas já está na minha lista), pelo que pude ver pelos filmes, “As crônicas de Nárnia” também tem, de uma maneira mais sutil, um forte teor religioso, notei isso principalmente no último filme onde se tem o mundo de Aislan e vou parar por aqui para não dar spoiler para quem ainda não viu o filme. O teor religioso parece ser um traço nos livros de Lewis, mas não de uma maneira em que se pensa: “estou lendo um livro sobre religião”, ele consegue trazer os temas do cristianismo de uma maneira irreverente, que te faz pensar sobre o assunto e te diverte ao mesmo tempo.

Não me considero uma pessoa muito religiosa e nem tenho o costume de ler sobre o assunto, mas o livro Cartas de um diabo a seu aprendiz prendeu minha atenção e me fez refletir bastante sobre o tema e principalmente sobre diversas atitudes que tomo e porque as tomo. É um livro mais cansativo por esse motivo, por te fazer refletir sobre diversos temas da sociedade e como você se encaixa e se posiciona sobre eles, mas apesar dessa “densidade” não deixa de ser um livro divertido e as avessas, pois Fitafuso defende totalmente o Inferno e a infelicidade das pessoas.

Um fato interessante é que este livro foi dedicado ao amigo de Lewis, com cara pouco conhecido chamado J. R. R. Tolkien.(Para quem não sabe, o autor de: O senhor dos Anéis, O hobbit, entre outros) e esse na verdade foi um dos principais motivos para eu ter me arriscado a ler. Eu acho o Tolkien um cara fantástico e imaginei que para Lewis que era um amigo ter dedicado esse livro a ele valia a pena ser lido e não estava errada.

Recomendo o livro para quem quiser ler algo divertido mas ao mesmo tempo critico (como é o caso do ” O guia do mochileiro das galáxias”), para quem esta procurando uma leitura somente para relaxar talvez esse não seja o livro certo. Pensei em entrar mais a fundo e discutir alguns dos temas que são levantados no livro mas vou deixar essa para vocês refletirem.

Acho que por hoje é só! Até a próxima e boa leitura.

 

 

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s