Dia Internacional da Mulher

Oi, pessoal! Hoje recebi um e-mail muito fofinho da editora Harlequin, que acho que todos deveríamos ler, tanto homens quanto mulheres. Fala sobre as conquistas das mulheres, e da criação do Dia Internacional da Mulher. Acho muito importante reconhecer o trabalho que algumas mulheres tiveram no passado, para que fossem vistas como o que são: seres humanos assim como os homens. Não inferiores, como eram tratadas, e nem superiores, como pensam algumas mulheres.

É legal reconhecer que deve-se respeitar qualquer ser humano, seja ele homem ou mulher. O termo feminismo foi erroneamente empregado por muito tempo, denominando as mulheres que lutavam por seus direitos como feministas. Feminismo é igual a machismo, só que vindo das mulheres, certo? Então, não é o tipo de coisa que se deve encorajar. Nada que desrespeite outro ser humano deve ser encorajado, né? Bom, essa é minha opinião! hahaha. Enfim, segue abaixo o e-mail que recebi.

dia internacional da mulher

Muito legal esse e-mail, né? Confesso que eu mesma não sabia disso. Bom, e voltando ao lado literário, vão aqui alguns livros com figuras de mulheres fortes:  (clique nas figuras para comprar)

Se você gostar mais de clássicos…

Sinopse: Bonita, inteligente, rica — e solteira —, “Emma” é mimada por seu pai, adorada pela sociedade e amada pelos seus amigos e, por isso, não quer e acredita que não precisa de envolvimentos amorosos ou casamento. Porém, uma das coisas que mais gosta de fazer é tentar resolver a vida romântica de outros. Mas quando ignora os avisos de seu bom amigo Mr. Knightley e tenta arranjar um companheiro apropriado para sua protegida Harriet Smith, faz planos que têm consequências inesperadas. Com sua heroína imperfeita, mas charmosa, “Emma” é muitas vezes citado como a melhor obra de Jane Austen.

Amei EMMA, de Jane Austen, quando comecei a ver a série da BBC. Ainda não li o livro, mas como as séries da BBC costumam ser fiéis, acredito que seja tão bom quanto.

Se você prefere livros mais atuais…

Sinopse: Pat Peoples, um ex-professor de história na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um “tempo separados”. 
Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, sua esposa negando-se a aceitar revê-lo e seus amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora um viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. 
À medida que seu passado aos poucos ressurge em sua memória, Pat começa a entender que “é melhor ser gentil que ter razão” e faz dessa convicção sua meta. Tendo a seu lado o excêntrico (mas competente) psiquiatra Dr. Patel e Tiffany, a irmã viúva de seu melhor amigo, Pat descobrirá que nem todos os finais são felizes, mas que sempre vale a pena tentar mais uma vez.
Um livro comovente sobre um homem que acredita na felicidade, no amor e na esperança.

Também não li O LADO BOM DA VIDA, mas pelo filme acredito que deve ser um livro fantástico. Está na minha Wishlist agora! (Bradley Cooper atuou muito bem e, o que falar da Jennifer Lawrence, né? AMAZING!)

Espero que tenham gostado do post e dos livros! Um beijo :* e FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER! (=

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s