Quote: Luis Fernando Veríssimo

” […] A linguagem, qualquer linguagem, é um meio de comunicação e que deve ser julgada exclusivamente como tal. Respeitadas algumas regras básicas da Gramática, para evitar os vexames mais gritantes, as outras são dispensáveis.

A sintaxe é uma questão de uso, não de princípios. Escrever bem é escrever claro, não necessariamente certo. Por exemplo: dizer ‘escrever claro’ não é certo, mas é claro, certo? O importante é comunicar.

[…] A Gramática é o esqueleto da língua. Só predomina nas línguas mortas, e aí é de interesse restrito a necrólogos e professores de Latim, gente em geral pouco comunicativa.

[…] Minha implicância com a Gramática na certa se devia a minha pouca intimidade com ela. Sempre fui péssimo em Português.

Mas – isso eu disse – vejam vocês, a intimidade com a Gramática é tão indispensável que eu ganho a vida escrevendo, apesar da total inocência na matéria. Sou um gigolô das palavras.”

 

– Luis Fernando Verissimo

 
Advertisements

2 thoughts on “Quote: Luis Fernando Veríssimo

  1. Muito interessante, não sabia que era essa a opinião dele. Fico feliz, pois compartilho da mesma opinião. A era dos formalismos gramaticais já está mais do que ultrapassada… Deveria-se estimular muito mais a reflexão, a filosofia e o sentido do que meras regras que não comprometem a comunicação. Na época do autor deveria ser mais complicado ainda… haha

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s